Convivência

Contas inativas do FGTS pode ajudar a diminuir inadimplência no condomínio

por BRCondos em 14 de março de 2017

Não é de hoje que falamos aqui no blog sobre a inadimplência nos condomínios. Já postamos algumas maneiras de diminuir esta conta e alertamos para a responsabilidade administrativa que o síndico ou gerente predial acabam tendo para controlar o financeiro do condomínio, que começou a sentir mais forte o impacto da inadimplência já em meados de 2015.

Agora, em 2017, o condômino está tendo a chance de colocar suas contas em dia com o acesso às contas inativas do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço). Existem aqueles que querem investir, mas também aqueles que precisam organizar a vida financeira.

“No caso dos condôminos inadimplentes esta é uma excelente oportunidade para organizarem suas finanças”, disse Odilanir Macedo, que é síndico e franqueado da BRCondos Balneário Camboriú e Navegantes. “Estamos aproveitando este período para negociar com eles, alguns até já me procuraram sugerindo um acordo, pois ninguém quer ficar no vermelho e com dívidas na praça”, afirmou.

Segundo Macedo os condôminos precisam entender que a taxa condominial serve para manter a saúde financeira do condomínio, as manutenções em dia e principalmente valorizar o patrimônio.

“É preciso ter jogo de cintura e a inadimplência tem sido uma vilã para as administradoras de condomínios, tudo anda mais devagar se não entra dinheiro na conta, além disso cria-se um clima de revolta por conta de quem paga certinho e se sente prejudicado. Agora temos a faca e o queijo na mão para receber esses atrasados e retomar os projetos parados”, reforça Macedo.

Para não perder este período de recebimento é interessante a administração convocar uma assembleia para apresentar a situação financeira do condomínio e criar outras estratégias que incentivem os pagamentos em atraso. Muitos contratos parados podem ser renegociados e neste caso uma sugestão é a contratação de uma empresa de cobrança e negociação. A Prime Cob, empresa do grupo, por exemplo, já recebeu alguns contatos de condôminos interessados em negociar suas dívidas. Segundo Ana Paula Steglich, consultora de cobrança, muitos moradores estão procurando negociar suas dívidas usando este dinheiro do FGTS.

Macedo lembra que o novo CPC já trouxe mais agilidade na cobrança dos condomínios atrasados, com a possibilidade de levar os bens do devedor a leilão. “O uso do FGTS acaba por evitar a perda patrimonial ou ajudar na quitação da dívida”.

Os trabalhadores poderão sacar todo o dinheiro que têm em contas do FGTS que estavam inativas até 31 de dezembro de 2015. São 30,2 milhões de pessoas que devem receber, no total, R$ 43,6 bilhões de contas inativas, segundo o governo. O calendário de saque será baseado na data de nascimento dos trabalhadores.

Confira o calendário

De 10 de março a 9 de abril: pode sacar quem nasceu em janeiro e fevereiro.
De 10 de abril a 11 de maio: pode sacar quem nasceu em março, abril e maio.
De 12 de maio a 15 de junho: pode sacar quem nasceu em junho, julho e agosto
De 16 de junho a 13 de julho: pode sacar quem nasceu em setembro, outubro e novembro.
De 14 a 31 de julho: pode sacar quem nasceu em dezembro.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *