Convivência

Fim de ano: dicas de segurança para seu condomínio

por BRCondos em 27 de outubro de 2016

Já estamos na reta final deste ano. Os síndicos e administradoras de condomínios já estão se organizando para o período de férias, dissídio dos funcionários, 13º salário, impostos, previsão orçamentária, última assembleia, decoração de natal e outros assuntos importantes, como a segurança do condomínio.

No período de festas e férias a segurança do condomínio deve ganhar atenção do síndico e moradores, pois o fim do ano é marcado pelo esvaziamento do condomínio e nem todos se preocupam com as medidas de segurança.

Os ladrões sabem que esse é um momento propício para ações nos condomínios e todo cuidado ainda é pouco para evitar roubos e furtos. Funcionários, moradores, administradoras e síndicos devem estar atentos.

Para manter seu condomínio seguro é necessário mais do que um sistema de segurança eficiente, é necessário a colaboração e respeito às regras. A melhor maneira de ter qualidade na segurança é mantendo os condôminos, síndicos, funcionários e prestadores de serviço bem informados sobre os devidos cuidados.

A SEGURANÇA DEPENDE DE TODOS

Não adianta ter um planejamento de segurança eficiente, equipamentos modernos, sistemas de última geração se as pessoas que frequentam o condomínio não colaboram com o mínimo necessário para a segurança do prédio. Medidas preventivas são necessárias e todos têm a obrigação de cumpri-las. Saiba como agir.

  • Em caso de assalto nunca reaja. Isto aumenta o risco de ferimento grave ou morte.
  • Sempre coopere com os funcionários da portaria.
  • O maior risco para os condôminos é o seu próprio comportamento quando oportunizam delitos, pois colocam em risco a própria vida, das famílias e vizinhos de condomínio.

ORIENTAÇÕES BÁSICAS PARA SÍNDICOS

Situações mais complexas por falta de segurança podem ser evitadas quando existe um cuidado maior com as questões básicas, e o síndico é o principal responsável.

  • Crie um clima de colaboração e de comunidade entre os condôminos, incentivando encontros, ações sociais e compartilhando materiais de segurança.
  • As regras de funcionamento do condomínio em geral devem ser claras e sempre lembradas em comunicados, reuniões e campanhas internas.
  • Um sistema de segurança precisa de constante manutenção, verificações e reposição imediata se necessário.
  • Registre todos os fatos que envolvam problemas de segurança no condomínio, em livro próprio ou na delegacia da Polícia Civil.
  • Em caso de situações de emergência em frente ao condomínio, faça o que está ao seu alcance sem expor o condomínio, pelo risco de ser uma simulação.
  • As regras para funcionários, principalmente da portaria, devem ser reiteradamente explicadas e verificado o seu entendimento por quem for executá-las.

ORIENTAÇÕES BÁSICAS PARA CONDÔMINOS

Todos são responsáveis pela segurança do condomínio, porém, muitas vezes recebem pouca orientação e instrução sobre os cuidados diários que precisam ter para manter o prédio protegido. Há também àqueles moradores que não cumprem seus deveres e acabam prejudicando a segurança de todos. Veja como você pode melhorar isso.

  • Nos momentos de chegada e saída procure observar o completo fechamento do portão antes de se afastar, para impedir entradas furtivas, principalmente quando a entrada (seja de pedestre ou de veículos) ficar fora das vistas da portaria ou guarita.
  • Auxilie o pessoal da portaria no controle de acesso de pessoas ao condomínio, principalmente se são pessoas estranhas.
  • Colabore com a administração do condomínio, seguindo as normas, bem como relatando prontamente qualquer irregularidade que constatar.
  • Gastar algum tempo indo até a portaria para receber um produto que você solicitou, ao invés de autorizar que o entregador vá até a sua casa ou apartamento, é um investimento válido para a segurança de todos.
  • Lembre-se que a sua residência deverá ter segurança própria, independente do condomínio. Igualmente verifique o trancamento de portas e janelas e acione luzes e alarmes.
  • Incentive a boa atuação do pessoal de portaria. Porteiros assustados por condôminos pouco cooperativos e até agressivos, são frequentes em condomínios assaltados.

TRUQUES MAIS USADOS NA INVASÃO DE CONDOMÍNIOS

  • Travar o portão automático com um pedaço de madeira.
  • Solução: sempre observar o portão até o seu completo fechamento.
  • Simulação de pedido de socorro
  • Solução: não permitir a entrada destas pessoas e acionar os órgãos competentes: polícia, bombeiros e outros.
  • Falsos entregadores
  • Solução: a) o morador retira o produto na portaria. b) o entregador deixar o produto na portaria para ser encaminhado ao morador. c) acompanhamento do entregador pelo funcionário até o condômino.
  • Falsos prestadores de serviços
  • Solução: promover campanhas de orientação para os condôminos a não aceitarem tais promoções, confirmar com o condômino a veracidade da situação, verificar e registrar dados do profissional, procurando checar suas referências através dos meios disponíveis.

Este texto foi baseado na cartilha “Nossos condomínios mais seguros” elaborada pelo Cel. PM. Roberson Luiz Bondaruk.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *