Convivência

Outubro rosa, mês de prevenção do CÂNCER DE MAMA

por BRCondos em 02 de outubro de 2017

É Outubro, o mês rosa de prevenção e conscientização do câncer de mama. Independente da idade, todas as mulheres podem conhecer seu corpo e saber o que é normal e o que não é em suas mamas. É importante que as mulheres se observem, no banho, no momento de troca de roupa ou em outras situações do cotidiano.

A maior parte dos cânceres de mama são descobertos pelas próprias mulheres em momentos com estes. A descoberta precoce ajuda muito no tratamento e na cura da doença e alguns sintomas devem ser melhor observados durante o autoexame, como:

  • Caroço (nódulo) fixo, endurecido e, geralmente, indolor;
  • Pele da mama avermelhada, retraída ou parecida com casca de laranja;
  • Alterações no bico do peito (mamilo);
  • Pequenos nódulos na região embaixo dos braços (axilas) ou no pescoço;
  • Saída espontânea de líquido dos mamilos

Caso observarem alterações persistentes, as mulheres devem procurar imediatamente um serviço para avaliação diagnóstica. Tais alterações podem não significar câncer de mama, mas fica o alerta para um diagnóstico mais preciso.

Como prevenir o câncer de mama?

Prevenir o câncer de mama significa diminuir ou eliminar a exposição da mulher aos fatores de risco a fim de reduzir a possibilidade da ocorrência da doença ao longo da vida.

  • Consumo excessivo de álcool, excesso de peso, principalmente na pós-menopausa, e terapia de reposição hormonal aumenta o risco de câncer de mama.
  • A terapia de reposição hormonal (TRH), principalmente a terapia combinada de estrogênio e progesterona, aumenta o risco do câncer de mama. O aumento de risco de desenvolver a doença diminui progressivamente após a suspensão da TRH.
  • A exposição excessiva à radiação ionizante, como as utilizadas em exames de imagem (raios X, tomografia e mamografia), também aumenta o risco de câncer de mama.
  • Por meio da alimentação saudável, atividade física e do controle do peso corporal é possível evitar 28% dos casos de câncer de mama.
  • A amamentação exclusiva até os seis meses é fator protetor para o câncer de mama.

Tenha mais informações acessando a página do INCA aqui.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *