Série: quanto custa ter um jardim no condomínio? AS FLORES

por Jordi Castan em 15 de janeiro de 2019

Dando continuidade a nossa série sobre a manutenção dos jardins, hoje iremos conversar um pouco mais sobre a escolha das flores e como isso impacta nos custos do jardim. 

“Flores de época ou de estação são caras e devem ser evitadas se sua necessidade é de reduzir os custos do condomínio.” Cuidado! Isso nem sempre é verdadeiro. Um jardim deve ter cor, e as flores são uma das melhores formas do jardim ficar colorido. Mas, elas não são a única alternativa, porque podemos utilizar também plantas com folhagem colorida para dar cor ao jardim. Quando escolhemos utilizar flores, podemos optar por flores de época ou plantas perenes de flor, cada uma das alternativas têm seus pontos fortes e pontos fracos.

Cor no jardim

Manter um jardim florido é o sonho de todos. Ainda que possamos ter um jardim colorido sem flores, a opção de utilizar flores é a que nos proporciona um resultado que permite maiores alternativas ao longo do ano e um leque mais amplo de cores, tons e sobre tons. Jardins monocromáticos, de uma única cor, são alternativas interessantes, mas a escolha natural é a de manter o jardim colorido ao longo de todo ano, alternando as diferentes floradas  em cada estação.

Um jardim com folhagem de cores diversas terá um custo menor de manutenção, pois não requer trocas e a maioria das plantas de folhagem coloridas são perenes. A seu favor, há menor custo de manutenção, contra, não oferece alternância de cores ao longo do ano. Um jardim florido exige um maior conhecimento das plantas, das estações e das cores. É preciso considerar floradas ao mesmo tempo, escolher as ideais para cada espaço e época. Utilizando um disco de cores para desenvolver um projeto que aproveite os contrastes, faça analogias, explore mais as cores primarias que as secundárias, trabalhe e destaque os tons e sobre tons.

Lembrando ainda que uma escolha não anula a outra. Assim, num mesmo jardim poderemos utilizar uma ou outra alternativa ou ambas ao mesmo tempo, se considerarmos alguns critérios.

Para grandes áreas, as plantas perenes têm um custo menor de manutenção, são mais rústicas, menos exigentes e menos suscetíveis a pragas e doenças. Porém, florescem menos vezes ao ano e dificilmente terão uma florada que dure mais de 4 meses, podendo em casos excepcionais manter algumas flores por até 6 meses, mas sem tanta intensidade.

Entre as plantas perenes de flor, encontramos Lantanas, Hemerocallis, Agapanthus, Ixoras, Alamandas, Plumbago, Begonias entre muitas outras.

Hemerocallis

Plantas de flor de época devem ser utilizadas nos locais mais nobres do jardim, aqueles mais próximos da passagem de pessoas. A intensidade da floração e a gama de cores proporcionam um atrativo adicional ao jardim.

Elas são ideais para destacar entradas, para ser utilizadas em canteiros menores, em vasos e floreiras. Sua florada pode durar de 4 a 6 meses e em alguns casos excepcionais como nos Sunpatiens chegam a florescer durante 12 meses, precisando ser repostos uma única vez ao ano.

Sunpatiens

Dicas

Entre as flores de época mais utilizadas para paisagismo estão Tagetes, Petunias, Begonias, Mini Dahlias, Salvias e Impatiens. Na lista das plantas de folhas coloridas para utilizar em paisagismo as mais utilizadas são os Penisetum, Ophiopogon, Syngonium, Pilea, Clorphytum, entre muitas outras.

Para aumentar a duração da floração é importante retirar sempre as flores e folhas murchas, adubar regularmente e manter um regime adequado de regas. 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *