Convivência

Crianças em férias no condomínio

por BRCondos em 15 de janeiro de 2019

Possivelmente desde dezembro você que mora em condomínio já deve ter notado que há crianças em férias. Quem é pai e mãe também enfrenta um período mais intenso de atividades para acompanhar a vitalidade de quem quer brincar o tempo todo. Acredite! Isso é muito saudável, mas é preciso ter algumas regras, criatividade e planejamento para que esse tempo seja aproveitado da melhor forma possível.

Recreação nas áreas comuns

As áreas comuns podem ser muito bem aproveitadas neste período pelas crianças. Alguns condomínios inclusive, possuem áreas comuns próprias para isso, como playgrounds e brinquedotecas . A sala de jogos, piscina e sala de cinema também podem ser ótimas opções para atividades em grupo ou ao ar livre. Nestes casos os pais podem se organizar no cuidado com as crianças e se revesarem nos horários de atendimento, pois é fundamental ter um adulto responsável por todos.

Planejando as atividades

Essa dica pode ser ótima para as atividades no condomínio mesmo ou na rotina de casa. Aqui a ideia é organizar um planejamento com dias e datas das atividades, assim todos conseguem participar e as brincadeiras ficam mais interessantes conforme a idade de cada criança. Se há pouco espaço no condomínio, há várias opções de jogos interessantes como damas e outros de tabuleiro, além dos quebra-cabeças. Contação de história também chama muita atenção dos pequenos, e elas podem ser transformadas em um teatro de fantoches com muito suspense, interpretação e imitações.

Outra dica para os pais é contratarem profissionais de recreação para ajudar, já existem empresas e profissionais especializados em condomínios. Essa opção se torna bastante interessante para todos.

Estimule habilidades

É incrível o poder que as crianças têm para desenvolver suas habilidades, e essa pode ser uma ótima opção para ser trabalhada em grupo. Abaixo uma tabela com o que pode ser trabalhado por idade.

– 0-4 anos: música

– 1-4 anos: falar

– 1-8 anos: idiomas

– 2-8 anos: memória

– 3-8 anos: leitura

– 4 -9 anos: escrita

– 3-10 anos: cálculo mental

– 6-12 anos: habilidades básicas do pensamento

– 4-10 anos jogos simbólicos, jogos de regras e estratégias

Uma outra dica é aproveitar para colocar alguns pequenos projetos do condomínio em prática, como a manutenção do jardim, da horta, a pintura de algum parede, a reciclagem do lixo, entre outras opções. 

Ter uma rotina é essencial

Por mais que a criança insista em brincar o tempo todo nas áreas comuns do condomínio e na companhia dos amiguinhos do prédio, os pais precisam estabelecer uma rotina. Toda criança gosta e precisa de uma rotina. Hora de brincar, tomar banho, comer, estudar e dormir.

Claro que há dias em que isso muda – a criança adoeceu ou não dormiu bem à noite, apareceu uma visita repentina em casa, etc. Mas, é importante que a rotina seja mais frequente que as exceções. Se a criança voltar da atividade fora de casa muito ansiosa, e estiver difícil acalmá-la o professor Carlos Nadalim, traz 3 atividades bem interessantes que você pode fazer aqui.

Seguindo algumas regras do condomínio

É importante haver compreensão de todos do condomínio quanto ao período de férias das crianças. Mesmo assim, existe o regimento interno  com regras que precisam ser ensinadas aos pequenos e cumpridas com ajuda dos responsáveis como.

  • Crianças menores de cinco anos não devem andar sozinhas no elevador. Lembre-se de ensinar os maiores a verificar se o elevador está parado no andar antes de entrar, não pular no elevador, não apertar botões desnecessários e não forçar a abertura da porta. 
  • Oriente as crianças quanto ao respeito aos coleguinhas e sobre esperar sua vez na hora de brincar.
  • Crianças menores de cinco anos devem sempre estar acompanhadas por um responsável nas áreas comuns e ATENÇÃO: as piscinas são locais de muita diversão e as crianças nunca devem estar sozinhas neste espaço.

Importante:

  • Os funcionários do prédio não podem ficar tomando conta das crianças nas áreas comuns.
  • Crianças brincam, brigam e logo se acertam. Não deixe que as brigas das crianças prejudiquem a harmonia entre os pais.
  • As crianças não entendem o que significa pressa, por isso, a atenção deve ser redobrada na garagem e no trânsito pelas áreas comuns.
  • Se você tem mais alguma dica que funcionou em seu condomínio, compartilhe aqui conosco. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *